2ª Via de Boleto
DIGITE
Usuário: CNPJ da sua empresa
Senha: Raiz do CNPJ
(8 primeiros números)

Blog da Guaranita

Coral mostra que está muito vivo na Casacor 2019

12 de junho de 2019

Mais do que viva, como diz seu nome na tradução livre para o português, a living coral, eleita como cor do ano pela Pantone, é camaleônica. A depender do material em que for aplicada, das formas e sombras que se criarem na peça, da incidência da luz e da palheta de cores a seu redor ela se transforma, como se desafiando o olhar.

Talvez por isso tenha sido usada com tanta parcimônia pelos designers e arquitetos que participaram da 33a edição da Casacor São Paulo. Aberta no Jockey Club dia 28 de maio, com 75 ambientes, a principal mostra de decoração e design de interiores do Brasil trouxe bons exemplos de como aplicar a cor nos espaços. Muitas vezes deixando o protagonismo para tons irmãos como rosa, laranja e terracota, e limitando-a a servir como ponto de luz em pequenos objetos ou detalhes que fazem diferença.

 

 


Cred loja: Divulgação
Cred camas: Ju Bianchi

 

Como mostrou a arquiteta Sharon Fliter, que trouxe as mesas laterais Mari, de Zanine de Zanini, na cor do ano para compor o espaço de estar da loja Mels Brushes (acima, à esquerda). Ou o escritório Messa Penna, que valeu-se de macramê de cordas náuticas coral para revestir as camas criadas especialmente para seu quarto infantil na mostra (acima, à direita).

 

 


Cred: Ju Bianchi

 

Na área externa, Luciana Pitombo e Felipe Stracci, do escritório Plantar Ideias, apresentaram sua linha de móveis revestidos com tricô de fibra sintética de bananeira tingida em coral para contrastar com o verde da natureza (acima, à direita). O mesmo fez a dupla Cate Poli e João Jadão no Jardim dos Chefs (acima, à esquerda).

Flertando com as nuances da cor, Gustavo Paschoalim (abaixo à esquerda) apostou no tapete da By Kamy - que puxa para a austeridade do terracota – para dar vida à sala em tons neutros. Enquanto Jean de Just (abaixo, à direita) buscou o brilho do coral quase laranja para compor a cartela vibrante de sua Varanda Palm Springs.

 

 


Cred: Ju Bianchi

 

A cor foi parar até mesmo no teto e nas artes plásticas, como pudemos ver nos projetos de Alexandre Gedeon e Hugo Schwartz Loft Mobili, do escritório InTown Arquitetura, que valeu-se dela para levar mais luminosidade e amplitude ao banheiro do Loft Mobili (abaixo, à direita), e na galeria do Living do Colecionador (abaixo, à esquerda), projetada pela arquiteta Naomi Abe, que escolheu a série de telas da artista Niura Bellavinha para compor com o cinza levemente esverdeado do ladrilho hidráulico que cobria do chão às paredes.

 


 

 


Cred: Ju Bianchi

 

As duas cores – verde e cinza – também conversaram com o coral em outros momentos, como nos ambientes que formavam o Loft Refúgio (abaixo), projeto assinado pela arquiteta Consuelo Jorge. Na sala, o sofá Fatto, produzido especialmente para ela pelo grupo Fk, centralizava as atenções, enquanto no quarto, a cama em tablado, com dossel e cabeceira em tecido coral remetia ao acolhimento.

 



Cred foto cama: Ju Bianchi
Cred foto sofá: Fran Parente / Divulgação

 

A cama também foi o local escolhido por Marcio Michaluá (abaixo, à esquerda) e Melina Romana (abaixo, à direita) para brincar com a cor do ano da Pantone. Ainda que em tons e vibrações completamente opostos, um mais alegre e energético e o outro mais fechado, contido.

 

 


Cred banco com almofadas: Ju Bianchi
Cred Ofner: Divulgação e Divulgação/Martin Gurfein


Para quem quiser conferir as combinações e se inspirar pessoalmente com os projetos, a Casacor SP vai até 4 de agosto e os ingressos custam de R$ 32 (meia entrada de terça a quinta) a R$ 80 (inteira, de sexta a domingo e feriados).

<< post anterior post seguinte >>

Tutorial

Veja todos os Tutoriais
CONTATO